Planejamento Ambiental

O Planejamento Ambiental caracteriza-se pela avaliação detalhada de uma região (podendo ser uma unidade de conservação, um município ou até mesmo um estado), através da elaboração de um diagnóstico abrangendo o meio físico (geologia, geomorfologia, pedologia, climatologia), o meio biótico (vegetação e fauna), o meio antrópico (uso e ocupação do solo atual e arqueologia) e o meio sócio-econômico (educação, saúde, finanças públicas, dentre outros). O diagnóstico compreende a obtenção das informações através de dados bibliográficos e de trabalhos de campo, onde são mapeadas todas as informações adquiridas. Após o término do diagnóstico é feito o planejamento ambiental, considerando as áreas que serão destinadas, por exemplo, a expansão urbana, a agricultura, a pecuária, de preservação ambiental. O planejamento é o instrumento utilizado pelo poder público como base para as legislações, tanto na esfera federal, como estadual e municipal, e para a implementação dos Zoneamentos Ambientais.